Tema 06

Monitoramento e Informação do ODS 6

Água e Saneamento básico são temas estruturantes da Agenda 2030 das Nações Unidas, definida em 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, e acordada entre todas as 193 nações signatárias. O enfrentamento à pobreza, a proteção do planeta e a construção de sociedades prósperas e pacíficas passa pelo alcance do ODS6 “Água Limpa e Saneamento para Todos”, que trata de questões relacionadas aos recursos hídricos, abastecimento de água e esgotamento sanitário. Como os países definiram suas metas e estratégias e como monitoram o ODS6 é um tema de debate relevante e oportuno, especialmente, quando o cronograma está a 10 anos de sua conclusão.

O Tema 6 – Monitoramento e informação é um amplo debate proposto na Brazil Water Week, e que será protagonizado por especialistas brasileiros e estrangeiros, a fim de se compreender o andamento das metas e estratégias de monitoramento adotadas para o cumprimento do ODS6 até o ano 2030.

Os aspectos relevantes que devem ser trazidos para o debate são a importância da governança, a qualidade e a integridade das informações, a transparência na gestão e na divulgação dessas informações, os processos de relato e as formas de comunicação aos mais diversos stakeholders.

O Tema 6 será abordado em duas sessões: Monitoramento e informação do ODS 6 6.1, 6.2 e ODS 6.3 – Acesso à água e esgoto – e Monitoramento e Informação sobre o ODS 6.3, 6.4, 6.5, 6.6 e 6.A e 6B – Recursos hídricos, nos quais serão apresentados os sistemas de monitoramento relacionados à distribuição de água, esgotamento sanitário, quantidade e qualidade da água e gestão de recursos hídricos.

lagrotta

Adriana Lagrotta Leles

Sanasa

Adriana é assessora do Presidente da Sanasa para Gestão da Sustentabilidade. Atua em estratégia empresarial mediante os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, priorização e engajamento de stakeholders. Ocupa posição de membro do Stakeholder Council GRI e do Conselho Orientador da Rede Brasil do Pacto Global. É palestrante recomendada pelo Pacto Global da ONU e pela Global Reporting Initiative. Possui pós-graduação em Planejamento e Regulação e Benchmarking aplicados ao Saneamento Básico pela Faculdade de Engenharia Hidráulica da Universidade de São Paulo, Gestão da Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa pelo Instituto de Economia da Unicamp; e graduação em Comunicação Social/Jornalismo.

TSG6_Foto_Angelo_Jose_Rodrigues_Lima

Angelo José Rodrigues Lima

Observatório da Governança das Águas

É doutor em Análise Ambiental e Dinâmica Territorial (UNICAMP/2018), mestre em
Planejamento Ambiental (UFRJ/2000); especialista em Instrumentos Jurídicos,
Econômicos e Institucionais para o Gerenciamento de Recursos Hídricos (UFPB/2000) e
Biólogo (UFRRJ/1988). Trabalhou durante 5 anos no CEIVAP e 12 anos no Programa Água para a Vida do WWF-Brasil. Fruto de um dos trabalhos nesta instituição,
ocupa o cargo de Secretário Executivo do Observatório da Governança das Águas. Possui 30 anos de experiência em meio ambiente e gestão das águas, que tem se caracterizado por uma visão holística dos problemas do país, em especial dos problemas ambientais e dos recursos hídricos.

TSG6_Foto_Marcus_Fuckner (1)

Marcus Fuckner

ANA

Marcus Fuckner é licenciado e bacharel em Geografia pela Universidade Federal de
Santa Catarina - UFSC (2004), mestre em Sensoriamento Remoto pelo Instituto
Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE (2007) e doutor em Geografia pela
Universidade de Brasília - UnB (2015). Trabalha como especialista em
Geoprocessamento na Agência Nacional de Águas - ANA em Brasília/DF desde 2010,
atualmente na Coordenação de Conjuntura e Gestão da Informação.

TSG6_Foto_Maria_Lucia_Coelho

Maria Lúcia

ABES

Engenheira química, especialista em Gestão Ambiental. Exerceu, de 1978 a 2013, atividades na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM), na área de gestão de Recursos Hídricos – controle e qualidade das águas superficiais -  liderando a implantação e coordenação de Programas de Monitoramento da Qualidade das Águas no Estado do Rio Grande do Sul, a  Análise de Estudos de Impacto Ambiental e  de Licenciamento Ambiental.  Publicou diversos trabalhos sobre Avaliação da Qualidade da Água, Planejamento Ambiental, Gestão dos Recursos Hídricos e Participação da Sociedade no Processo de Gestão Ambiental. Presidente da Seção Rio Grande do Sul da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES -RS) nos períodos 2001/2003 e 2003/2005; diretora Região Sul  períodos 2012/2014 e 2014/2016 e tesoureira adjunta no período 2016/2018,  da ABES Diretoria Nacional. Integra o Conselho Editorial da Revista Bio.  Conselheira do Conama representando a ABES, desde 2013. Membro do Grupo de Trabalho Interministerial de Acompanhamento da Implantação do Plano Nacional de Saneamento Básico – PLANSAB. Conselheira do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA). Realiza consultoria e assessoramentos de aspectos ambientais em Planos, Projetos e Programas com ênfase em Monitoramento Ambiental - Recursos Hídricos.